Letramento informacional, Covid-19 e infodemia

Palavras-chave: Letramento Informacional, COVID-19, Infodemia, Fake News

Resumo

As redes sociais acarretam o compartilhamento rápido de textos, independentemente de sua acuracidade. Na pandemia do novo coronavírus instalada no globo, esse cenário se tornou notório, com a disseminação massiva de notícias alarmantes, distorcidas ou criadas a partir de boatos acerca da temática. Diante disso, esta pesquisa objetivou caracterizar a infodemia da COVID-19 no Brasil, a partir do mapeamento de conteúdos quantitativos e qualitativos da internet e do conceito de letramento informacional. Os resultados contribuem para as discussões da área no que tange à busca e ao uso de informações e a avaliação de sua veracidade e relevância frente à COVID-19 no Brasil

Biografia do Autor

Alana Driziê Gonzatti dos Santos, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte
Alana Driziê Gonzatti dos Santos é doutoranda e Mestra em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Graduada em Letras – Língua Portuguesa e Literatura pela mesma instituição. É professora de língua portuguesa do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Macau, Rio Grande do Norte, Brasil.
Dayveson Noberto da Costa Pereira, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte
Dayveson Noberto da Costa Pereira é doutorando e Mestre em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Graduado em Letras – Língua Portuguesa e Literatura pela mesma instituição. É professor de língua portuguesa do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Ceará Mirim, Rio Grande do Norte, Brasil.
Felipe Augusto Souza Morais, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte
Felipe Augusto Souza Morais é aluno do Curso Técnico Integrado em Nível Médio em Informática do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Macau, Rio Grande do Norte, Brasil.
Maria Clara Lucena de Lemos, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte
Maria Clara Lucena de Lemos é doutoranda e Mestra em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Graduada em Letras – Língua Portuguesa e Literatura pela mesma instituição. É professora de língua portuguesa do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Macau, Rio Grande do Norte, Brasil.

Referências

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARY (EUA). Information literacy competency for higher education. Chicago: ALA, 2000. Disponível em: https://alair.ala.org/bitstream/handle/11213/7668/ACRL%20Information%20Literacy%20Competency%20Standards%20for%20Higher%20Education.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 10 fev. 2020.

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARY (EUA). Framework for information literacy for higher education. Chicago: ALA, 2015. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/standards/ilframework. Acesso em: 13 maio 2020.

BESSI, A.; COLETTO, M.; DAVIDESCU, G. A.; SCALA, A.; CALDARELLI, G.; QUATTROCIOCCHI, W. Science vs conspiracy: collective narratives in the age of misinformation. PloS one, v. 10, n. 2, p. e0118093, 2015. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0118093. Acesso em: 10 fev. 2020.

CINELLI, M.; QUATTROCIOCCHI, W.; GALEAZZI, A.; VALENSISE, C. M.; BRUGNOLI, E. L; SCHMIDT, A. L.; ZOLA, P.; SCALA, A. The COVID-19 Social Media Infodemic. ArXive, p. 1-18, 2020. Disponível em: https://arxiv.org/pdf/2003.05004.pdf. Acesso em: 15 mar. 2020.

GASQUE, K. C. G. D.; TESCAROLO, R. Desafios para implementar o letramento informacional na educação básica. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 1, abr. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/edur/v26n1/03.pdf. Acesso em: 10 fev. 2020.

KIM, L.; FAST, S. M.; MARKUSON, N. Incorporating media data into a model of infectious disease transmission. PloS one, v. 14, n. 2, 2019. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6361417/. Acesso em: 10 fev. 2020.

MACHIN-MASTROMATTEO, J. D. Learning with social media: an information literacy driven and technologically mediated experience. In: KURBANOĞLU, S. et al. Information literacy: Moving toward sustainability: communications in computer and information science, 2015. Disponível em: http://eprints.rclis.org/31058/1/Learning%20with%20social%20media%20OA.pdf. Acesso em: 10 fev. 2020.

VICARIO, M. D.; BESSI, A.; ZOLLO, F.; PETRONI, F.; SCALA, A.; CALDARELLI, G.; STANLEY, H. E.; QUATTROCIOCCHI, W. The spreading of misinformation online. Proceedings of the National Academy of Sciences, v. 113, n. 3, p. 554-559, 2016. Disponível em: https://www.pnas.org/content/pnas/113/3/554.full.pdf. Acesso em: 10 fev. 2020.

VICARIO, M. D.; QUATTROCIOCCHI, W.; SCALA, A.; ZOLO, F. Polarization and fake news: early warning of potential misinformation targets. ACM Transactions on the Web (TWEB), v. 13, n. 2, p. 1-22, 2019. Disponível em: https://arxiv.org/abs/1802.01400. Acesso em: 10 fev. 2020.

WALKER, P. G.; WHITTAKER, C.; WATSON, O. et al. The global impact of COVID-19 and strategies for mitigation and suppression. London: Imperial College London, 2020. Disponível em: https://dsprdpub.cc.ic.ac.uk:8443/bitstream/10044/1/77735/11/2020-03-26-COVID19-Report-12-Spanish.pdf. Acesso em 26 Mar 2020.

WARDLE, C.; DERAKHSHAN, H. Information disorder: toward an interdisciplinary framework for research and policy making. Council of Europe, out. 2017. Disponível em: https://rm.coe.int/information-disorder-toward-an-interdisciplinary-framework-for-researc/168076277c. Acesso em: 30 abr. 2020.

ZAROCOSTAS, J. How to fight an infodemic. The Lancet, v. 395, p. 676, 2020. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7133615/pdf/main.pdf. Acesso em: 15 mar. 2020.

Publicado
11/12/2020
Como Citar
dos SantosA. D. G., Noberto da Costa PereiraD., Souza MoraisF. A., & Lucena de LemosM. C. (2020). Letramento informacional, Covid-19 e infodemia. Liinc Em Revista, 16(2), e5214. https://doi.org/10.18617/liinc.v16i2.5214
Seção
Perspectivas e desafios informacionais em tempos da pandemia da Covid-19