Dimensões da competência em informação: reflexões frente aos movimentos de infodemia e desinformação na pandemia da Covid-19

Palavras-chave: Ciência, COVID-19, Dimensões da Competência em Informação, Infodemia, Desinformação

Resumo

Este artigo tem como objetivo refletir, com base na Sociologia da Ciência e na Ciência da Informação, sobre as condições de produção, divulgação e validação de enunciados, discursos e fatos científicos dentro e fora dos laboratórios. Em continuidade, pretendeu-se abordar a informação na sociedade contemporânea, apresentando as concepções de infodemia e desinformação, bem como apresentar as possíveis formas de mobilização dos indivíduos por meio das dimensões da competência em informação frente à pandemia da COVID-19. No que diz respeito aos procedimentos metodológicos, essa pesquisa se caracteriza quanto aos objetivos como exploratória, já no que se refere aos procedimentos, utilizou-se a pesquisa bibliográfica. A partir dos dados analisados, inferimos que a pandemia demonstrou que uma parcela significativa da população está vulnerável a infodemia e a desinformação. As fontes de informação institucionalizadas são o melhor canal de comunicação para reverter essa situação. Conclui-se que, torna-se cada vez mais urgente fomentar e implementar políticas informacionais voltadas para formação da competência em informação

Biografia do Autor

Marta Leandro da Mata, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil

Professora adjunta no Departamento de Biblioteconomia e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil. Doutora e Mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista, Marília, SP, Brasil.  Líder do grupo de pesquisa "Competência em Informação e Processos Inter-relacionados". 

Maira Cristina Grigoleto, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil

Professora Adjunta no Departamento de Arquivologia e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES, Brasil. Doutora e Mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista, Marília, SP, Brasil.  Licenciada em História pela Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, SP, Brasil.

 

Mariana Lousada, Programa de Pós-Graduação em Gestão de Documentos e Arquivos, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Professora adjunta no Departamento de Arquivologia e do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Documentos e Arquivos da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Documentos e Arquivos da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Doutora e Mestre em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista, Marília, SP, Brasil. 

Referências

ALFONSO-SÁNCHEZ I, FERNÁNDEZ-VALDÉS M. Comportamiento informacional, infodemia y desinformación durante la pandemia de COVID-19. Anales de la Academia de Ciencias de Cuba, v. 10, n. 2, 2020. Disponível em: http://www.revistaccuba.cu/index.php/revacc/article/view/882. Acesso em: 11 ago. 2020.

BELDARRAÍN CHAPLE, E. La información científica confiable y la COVID- 19. Revista Cubana de Información en Ciencias de la Salud, v. 31, n. 3, p.1-6, 2020.

BELLUZZO, R. C. B. O estado da arte da competência em informação (COINFO) no Brasil: das reflexões iniciais à apresentação e descrição de indicadores de análise. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 13, n. esp., p. 47-76, jan./jul. 2017.

BRITO, V. P.; PINHEIRO, M. M. K. Poder informacional e desinformação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 16., 2015, João Pessoa. Anais eletrônicos... João Pessoa, PB: ANCIB; UFPB, 2015. Disponível em: http://www.ufpb.br/evento/index.php/enancib2015/enancib2015/paper/view/2677. Acesso em: 02 jul. 2020.

CONDÉ, M. L. L. Prefácio à edição brasileira: um livro e seus prefácios: de pé de página a novo clássico. In: FLECK, Ludwik. Gênese e desenvolvimento de um fato científico. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010. p. vii-xvi.

FLECK, L. Gênese e desenvolvimento de um fato científico. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

FROHMANN, B. Deflating information: from science to documentation. Toronto: University of Toronto Press, 2004.

FROHMANN, B. O caráter social, material e público da informação. In: FUJITA, M.;

MARTELETO, R.; LARA, M. (Org.). A dimensão epistemológica da ciência da informação e suas interfaces técnicas, políticas e institucionais nos processos de produção, acesso e disseminação da informação. São Paulo: Cult. Acadêmica; Marília: Fundepe, 2008. p. 19-34.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LATOUR, B. Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

LATOUR, B; WOOLGAR, S. A vida de laboratório: a produção dos fatos científicos. Rio de Janeiro: Relume Dumara, 1997.

LONDON SCHOOL OF ECONOMICS AND POLITICAL SCIENCE (LSE). Tackling the information crisis: a policy framework for media system resilience. Reino Unido: LSE, 2018. Disponível em: http://www.lse.ac.uk/law/news/2018/truth-trust-technology. Acesso em: 30 jul. 2020.

MACHADO, R. Introdução: por uma genealogia do poder. In: FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979. p. vii-xxiii.

MATA, M. L.; GERLIN, M. N. M. Programa para a formação em competência em informação visando uma educação que auxilie no combate à desinformação: enfoque nos critérios de avaliação da informação e de fake news. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 20., 2019, Florianópolis-SC. Anais eletrônicos... Florianópolis-SC: ANCIB; PPGCI/SC, 2019. Disponível em: https://conferencias.ufsc.br/index.php/enancib/2019/paper/view/1143/501. Acesso em: 30 jul. 2020.

ORELO, E. R. M.; CUNHA, M. F. V. O bibliotecário e a competência informacional. Informação & Estudos, v. 23, n. 2, p. 25-32, maio/ago. 2013. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/91351. Acesso em: 04 ago. 2020.

ORELO, E. R. M.; VITORINO, E. V. Competência informacional: um olhar para a dimensão estética. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 17, n.4 , p. 41-56, out./dez. 2012. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/download/48102. Acesso em: 04 ago. 2020.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE - OMS. Novel Coronovirus (2019-nCoV). Situation Report, n. 13, 02. fev. 2020. Disponível em: https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200202-sitrep-13-ncov-v3.pdf?sfvrsn=195f4010_6. Acesso em: 13 ago. 2020.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE - OPAS; ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE - OMS. Entenda a infodemia e a desinformação na luta contra a COVID-19. Página Informativa, n. 5, 2020. Disponível em: https://iris.paho.org/bitstream/handle/10665.2/52054/Factsheet-Infodemic_por.pdf? sequence=14. Acesso em: 07 jul. 2020.

SCHÄFER, L.; SCHNELLE, T. Introdução: fundamentação da perspectiva sociológica de Ludwick Fleck na teoria da ciência. In: FLECK, Ludwik. Gênese e desenvolvimento de um fato científico. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010. p. 1-36.

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS. Sistema Único de Saúde (SUS): estrutura, princípios e como funciona. 2020. Disponível em: http://www.saude.gov.br/sistema-unico-de-saude. Acesso em: 31 jul. 2020.

URIBE TIRADO, A. Interrelaciones entre veinte definiciones-descripciones del concepto de alfabetización en información: propuesta de macro-definición. ACIMED, v. 20, n. 4, p. 1-22, 2009.

VITORINO; E. V.; PIANTOLA, D. Dimensões da competência informacional (2). Ciência da Informação, Brasília, DF, v. 40 n. 1, p.99-110, jan./abr. 2011.

Publicado
15/12/2020
Como Citar
MataM. L. da, GrigoletoM. C., & LousadaM. (2020). Dimensões da competência em informação: reflexões frente aos movimentos de infodemia e desinformação na pandemia da Covid-19. Liinc Em Revista, 16(2), e5340. https://doi.org/10.18617/liinc.v16i2.5340
Seção
Perspectivas e desafios informacionais em tempos da pandemia da Covid-19