Information literacy: princípios, filosofia e prática

Autores

  • Elisabeth Adriana Dudziak

DOI:

https://doi.org/10.18225/ci.inf.v32i1.1016

Palavras-chave:

Information literacy, Competência em informação, Alfabetização informacional, Biblioteca aprendente, Bibliotecário educador, Sociedade de aprendizagem, Habilidades informacionais.

Resumo

Surgida na literatura em 1974, a information literacy liga-se à necessidade de se exercer o domínio sobre o sempre crescente universo informacional. Incorporando habilidades, conhecimentos e valores relacionados à busca, acesso, avaliação, organização e difusão da informação e do conhecimento. A information literacy é a própria essência da competência em informação. O objetivo deste trabalho é definir a information literacy a partir do entendimento do conceito, objetivos e práticas relacionadas, com ênfase no papel educacional das bibliotecas e do bibliotecário. Inicialmente, apresenta-se a evolução do conceito segundo um referencial histórico. Examina-se a information literacy enquanto processo de interiorização de conhecimentos, habilidades e valores ligados à informação e ao aprendizado. Define-se a expressão, suas características e objetivos. Discutem-se diferentes concepções de information literacy, segundo três referenciais: informação, conhecimento e aprendizado. Em seguida, são elencados pontos relevantes de atuação de bibliotecas e bibliotecários na implementação de uma educação voltada para a information literacy. Explorando a information literacy education, evidencia-se a necessidade de construção de um novo paradigma educacional ante a sociedade atual que incorpore a competência em informação.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Elisabeth Adriana Dudziak
    Mestre em Ciências da Comunicação, ECA/USP Doutoranda em Engenharia de Produção, EP/USP

Downloads

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ciência da Informação, [S. l.], v. 32, n. 1, 2003. DOI: 10.18225/ci.inf.v32i1.1016. Disponível em: https://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1016.. Acesso em: 24 maio. 2024.