Epistemologia da Arquivologia: fundamentos e tendências contemporâneas

Autores

  • Carlos Alberto Ávila Araújo Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.18225/ci.inf..v42i1.1394

Palavras-chave:

Arquivologia, Epistemologia da Arquivologia, Fundamentos da Arquivologia

Resumo

Neste texto são buscados os fundamentos a partir dos quais a Arquivologia se constituiu e se constitui como disciplina científica. Identifica-se, assim, um primeiro modelo, positivista e redutor, consolidado no final do século XIX. A seguir, são apresentadas diversas contribuições desenvolvidas ao longo do século XX, que recolocaram noções e problemáticas do campo. Por fim, apresentam-se as tendências contemporâneas, que privilegiam modelos relacionados com a complexidade dos fenômenos arquivísticos, com a inter-relação de seus elementos constituintes e com sua vinculação a contextos sociohistóricos específicos.

Biografia do autor

Carlos Alberto Ávila Araújo, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pós-Doutorado pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (U.Porto), Portugal. Doutor em Ciências da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Belo Horizonte, MG - Brasil.

Downloads

Publicado

13/01/2015

Como citar

Araújo, C. A. Ávila. (2015). Epistemologia da Arquivologia: fundamentos e tendências contemporâneas. Ciência Da Informação, 42(1). https://doi.org/10.18225/ci.inf.v42i1.1394