Semiose e fluxos informacionais: os agenciamentos coletivos e a condição de usuário em ambientes digitais | Semiotics and informational flows: collective arrangements and the user in digital environments

Autores

  • Joana Ziller Centro Universitário UNA
  • Maria Aparecida Moura Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.18617/liinc.v6i2.369

Palavras-chave:

semiótica, Charles Sanders Peirce, informação, representação, produsage

Resumo

Resumo Muito presente nas definições de informação, a ideia de representação é também a base da semiótica de Charles Sanders Peirce. O texto se propõe a pensar a informação em relação a conceitos que permeiam a semiótica peirceana. Assim, busca relacionar informação, semiótica e fluxos digitalizados. Nesse contexto, o usuário convive com a necessidade de alterar seu papel tradicional, de modo a assumir tarefas de produção, publicação, seleção e mediação de informações. Atua como produser (BRUNS, 2008): além de acessar as informações digitalizadas, apropria-se delas, remixa e ressignifica, devora e reconstrói, republica e assume o lugar de mediador.
Palavras-chave semiótica; Charles Sanders Peirce; informação; representação; produsage

Abstract The idea of representation is frequently referenced in the definitions of information. It is also the basis of Charles Sanders Peirce's semiotics. This text proposes to consider the information connected to concepts that permeate peircean semiotics. Thus, it relates information, semiotics and digitized content. In this context, the user needs to change their traditional role and perform tasks like information production, publication, selection and mediation. The user acts like a produser (BRUNS, 2008):  access digitalized information, remixes them, republic and become a mediator.
Keywords semiotics; Charles Sanders Peirce; information; representation; produsage

Biografia do Autor

  • Joana Ziller, Centro Universitário UNA
    Doutoranda em Ciência da Informação - UFMG
    Coordenadora do curso de Jornalismo Multimídia do Centro Universitário UNA

    Rua Campanha, 189/201, Carmo, BH, MG

     

  • Maria Aparecida Moura, Universidade Federal de Minas Gerais

    Professora Adjunta IV da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (ECI/UFMG). Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo. Pós-doutorado em Semiótica Cognitiva e Novas Mídias pela Maison de Sciences de l’Homme.

     

    Avenida Antônio Carlos, 6627, Escola de Ciência da Informação, Pampulha, MG

Downloads

Publicado

29/09/2010

Edição

Seção

Linguagem, Informação e novas dinâmicas sociais contemporâneas

Como Citar

Semiose e fluxos informacionais: os agenciamentos coletivos e a condição de usuário em ambientes digitais | Semiotics and informational flows: collective arrangements and the user in digital environments. Liinc em Revista, [S. l.], v. 6, n. 2, 2010. DOI: 10.18617/liinc.v6i2.369. Disponível em: https://revista.ibict.br/liinc/article/view/3256.. Acesso em: 17 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 348

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)