Abordagens de reúso e a questão da reusabilidade dos dados científicos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18617/liinc.v15i2.4777

Resumo

RESUMO As diretivas governamentais e institucionais em torno do compartilhamento de dados de pesquisas financiadas com dinheiro público têm impulsionado a rápida expansão de repositórios digitais de dados afim de disponibilizar esses ativos científicos para reutilização, com propósitos nem sempre antecipados, pelos pesquisadores que os produziram/coletaram. De modo contraditório, embora o argumento em torno do compartilhamento de dados seja fortemente sustentado no potencial de reúso e em suas consequentes contribuições para o avanço científico, esse tema permanece acessório às discussões em torno da ciência de dados e da ciência aberta. O presente artigo de revisão narrativa tem por objetivo lançar um olhar mais atento ao reúso de dados e explorar mais diretamente esse conceito, ao passo que propõe uma classificação inicial de cinco abordagens distintas para o reúso de dados de pesquisa (reaproveitamento, agregação, integração, metanálise e reanálise), com base em situações hipotéticas acompanhadas de casos de reúso de dados publicados na literatura científica. Também explora questões determinantes para a condição de reúso, relacionando a reusabilidade à qualidade da documentação que acompanha os dados. Oferece discussão sobre os desafios da documentação de dados, bem como algumas iniciativas e recomendações para que essas dificuldades sejam contornadas. Espera-se que os argumentos apresentados contribuam não somente para o avanço conceitual em torno do reúso e da reusabilidade de dados, mas também reverberem em ações relacionadas à documentação dos dados de modo a incrementar o potencial de reúso desses ativos científicos.

Palavras-chave: Reúso de Dados; Reprodutibilidade Científica; Reusabilidade; Ciência Aberta; Dados de Pesquisa.

Downloads

Publicado

11/12/2019

Edição

Seção

Dados de Pesquisa

Como Citar

Abordagens de reúso e a questão da reusabilidade dos dados científicos. Liinc em Revista, [S. l.], v. 15, n. 2, 2019. DOI: 10.18617/liinc.v15i2.4777. Disponível em: https://revista.ibict.br/liinc/article/view/4777.. Acesso em: 23 jun. 2024.