A edição de textos genuinamente digitais e os caminhos da filologia nas humanidades digitais | The edition of genuinely digital texts and the ways of philology in digital humanities

Phablo Roberto Marchis Fachin, Laís Cristina Trevisan Reis de Oliveira

Resumo


RESUMO Neste artigo, procura-se situar a filologia no contexto do trabalho de preservação e acesso à informação, comum a diferentes ciências, como às ciências da informação e a biblioteconomia. Apresenta-se discussão a respeito da edição de textos genuinamente digitais e dos caminhos da filologia nas humanidades digitais. Tal discussão pauta-se pelo trabalho realizado com base na poesia digital de Ernesto Melo e Castro, obra inédita no que toca à sua produção digital. Muitos são os problemas que se impõem ao se pensar na preservação do material textual ligado à cultura digital, e muitos serão os desafios propostos para uma hilologia ligada ao campo das humanidades digitais.

Palavras-chave: Filologia; Crítica Textual; Humanidades Digitais; Preservação e Acesso à Informação.

ABSTRACT This article deals with Philology in the context of preservation and access to information, common to different sciences, such as Information and Libraria Sciences. The discussion regarding the editing of genuinely digital texts and the paths of philology in the digital humanities is presented. This discussion is based on studies  of the digital poetry of Ernesto Melo e Castro, an unpublished work in what concerns his digital production. Many problems arouse when considering the preservation of textual material linked to digital culture and many challenges will be proposed for a Philology related to the field of Digital Humanities.

Keywords: Philology; Textual Criticism; Digital Humanities; Preservation and Access to Information.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v15i1.4589

Apontamentos

  • Não há apontamentos.