Ressurgência das margens: o projeto Beiras D’Água e os povos e comunidades tradicionais da bacia do rio São Francisco

Autores

  • Bernardo Vaz Coletivo Eita
  • André Monteiro Fiocruz
  • Anderson Camargo Rodrigues Brito UFPE

DOI:

https://doi.org/10.18617/liinc.v14i2.4519

Resumo

RESUMO O relato de experiência se propõe a identificar e a descrever o projeto Beiras d’Água, idealizado ao final de 2015 em meio aos processos de pesquisa de campo do Laboratório de Saúde, Ambiente e Trabalho (Lasat) da Fiocruz Pernambuco. O Beiras d’Água busca significar, compreender e visibilizar o complexo contexto atual da bacia do rio São Francisco, que está presente em momentos cruciais da formação do país e continua suscitando discursos que encontram prolongamentos bastante vivos. O contexto analisado está ainda relacionado à complexidade da transposição do rio São Francisco e suas novas configurações sociais e ambientais. O foco da organização do conhecimento tecida no projeto tem como materialidade a coleta de dados audiovisuais, sua classificação e disponibilização do portal “Beiras d’água – memória audiovisual do rio São Francisco”. Do ponto de vista sociocrítico, as práticas de organização dos saberes desenvolvidas no Beiras d’Água permitem a discussão sobre a questão da água no país, os povos e comunidades tradicionais, a injustiça ambiental e os conflitos territoriais, dando visibilidade às identidades locais e permitindo outras potencialidades de dados para políticas públicas.

Palavras-chave: Projeto Beiras d’Água; Povos e Comunidades Tradicionais; Bacia do Rio São Francisco; Organização dos Saberes; Documento Audiovisual.

Biografia do Autor

  • Bernardo Vaz, Coletivo Eita
    Pesquisador em fotografia, cinema e artes visuais, aliado aos movimentos sociais do campo e aos temas de saúde, agroecologia e cultura popular; co-fundador do Coletivo Eita - Cooperativa de Trabalho Educação, Informação e Tecnologia para Autogestão
  • André Monteiro, Fiocruz

    Pesquisador titular do Departamento de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz);

    Doutor em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz

  • Anderson Camargo Rodrigues Brito, UFPE

    Anderson Camargo Rodrigues Brito

    Mestre em Geografia – PPGEO UFPE

    Doutorando em Geografia pelo PPGEO UFPE.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

17/12/2018

Como Citar

Ressurgência das margens: o projeto Beiras D’Água e os povos e comunidades tradicionais da bacia do rio São Francisco. Liinc em Revista, [S. l.], v. 14, n. 2, 2018. DOI: 10.18617/liinc.v14i2.4519. Disponível em: https://revista.ibict.br/liinc/article/view/4519.. Acesso em: 18 jul. 2024.