Hegemonia e distinção em manifestações de humoristas brasileiros sobre liberdade de expressão

Autores

  • Nara Lya Cabral Scabin Programa de Pós-graduação em Comunicação Social, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-7121-1142

DOI:

https://doi.org/10.18617/liinc.v19i2.6654

Palavras-chave:

Humor, Campo, Liberdade de Expressão, Hegemonia, Habitus

Resumo

O artigo pretende contribuir para a compreensão das formas pelas quais são representados, em discursos produzidos por humoristas brasileiros, o lugar e o papel da categoria liberdade de expressão em relação às disputas por capital e às formas de distinção no campo do humor. Nesse percurso, espera-se investigar os modos pelos quais elementos relacionados a processos de produção de hegemonia no campo humorístico, com destaque para a mobilização da liberdade de expressão na galvanização de imaginários difusos, relacionam-se com as regras internalizadas por seus atores sociais e suas estratégias de distinção. Para tanto, elege-se, como estudo de caso, a intensa repercussão midiática do episódio no qual o Tribunal de Justiça de São Paulo determinou, em 16 de maio de 2023, a remoção do vídeo Perturbador, publicado em 2022 no canal do comediante Léo Lins no YouTube. Como corpus, foram examinados enunciados de humoristas em episódios de podcasts brasileiros. A pesquisa evidenciou que a demarcação de posicionamentos em defesa da liberdade de expressão desempenha papel central na forma como humoristas representam o campo humorístico em suas falas; além disso, à tentativa de fixar um sentido último, supostamente verdadeiro e incontestável, sobre o que significa fazer comédia, parece corresponder um habitus legitimado entre humoristas brasileiros cujos enunciados vinculam-se ao que denominamos articulação discursiva hegemônica no campo do humor

Biografia do Autor

  • Nara Lya Cabral Scabin, Programa de Pós-graduação em Comunicação Social, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil.

    Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, com pós-doutorado em Comunicação e Práticas de Consumo pela ESPM-SP. É professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Comunicação, Mídias e Liberdade de Expressão, vinculado à Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom); e integrante do MidiAto – Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas (USP) e da Metacrítica – Rede de Pesquisa em Cultura Midiática.

Referências

AGÊNCIA SEBRAE, 2023. Setor de produção de Podcast está em expansão no Brasil. em: https://agenciasebrae.com.br/cultura-empreendedora/entretenimento/setor-de-producao-de-podcast-esta-em-expansao-no-brasil-confira-dicas-do-sebrae/. Acesso em: 10 ago. 2023.

ALVES, Raoni, ESPÍRITO SANTO, Thais, 2023. Entenda o que é racismo recreativo, crime previsto na legislação desde janeiro. G1. Disponível em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2023/06/15/entenda-o-que-e-racismo-recreativo-crime-previsto-na-legislacao-desde-janeiro.ghtml. Acesso em: 10 ago. 2023.

BOURDIEU, Pierre, 2017. A distinção: crítica social do julgamento. Porto Alegre: Zouk.

BRASIL, 2023. Lei n.º 14.532, de 11 de janeiro de 2023. Altera a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989 (Lei do Crime Racial), e o Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), para tipificar como crime de racismo a injúria racial, prever pena de suspensão de direito em caso de racismo praticado no contexto de atividade esportiva ou artística e prever pena para o racismo religioso e recreativo e para o praticado por funcionário público. Diário Oficial da União: Seção 1 – Extra B, Brasília, DF, ano 161, p. 1. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/lei-n-14.532-de-11-de-janeiro-de-2023-457334843, Acesso em: 07 jul. 2023.

CORREIO BRAZILIENSE, 2023. Justiça retira stand-up de Leo Lins com piadas sobre escravidão do YouTube. Correio Braziliense. Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/diversao-e-arte/2023/05/5095156-justica-retira-stand-up-de-leo-lins-com-piadas-sobre-escravidao-do-youtube.html. Acesso em: 07 jul. 2023.

ESCOSTEGUY, Ana Carolina D., 2007. Circuitos de cultura/circuitos de comunicação: um protocolo analítico de integração da produção e da recepção. Comunicação, Mídia e Consumo, São Paulo, v. 4, n. 11, p. 115-135. DOI: https://doi.org/10.18568/cmc.v4i11.111

ESTADO DE MINAS, 2023. Caso Léo Lins: ativistas rebatem ideia de que 'humor é humor'. Estado de Minas. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2023/05/19/interna_nacional,1495789/caso-leo-lins-ativistas-rebatem-ideia-de-que-humor-e-humor.shtml. Acesso em: 07 jul. 2023.

FERRAZ, Nivaldo, GAMBARO, Daniel, 2022. Extrema Direita em Podcast: A expressão destruidora do Estado de Direito. In: 5º Simpósio Nacional do Rádio, São Paulo, 2022. Anais... São Paulo: Universidade Anhembi Morumbi.

G1, 2021. Bailarina Thais Carla comemora condenação de humorista em processo por gordofobia: 'Lutem pelos direitos de vocês'. G1. Disponível em: https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2021/10/06/bailarina-thais-carla-comemora-condenacao-de-humorista-em-processo-por-gordofobia-lutem-pelos-direitos-de-voces.ghtml. Acesso em: 10 ago. 2023.

GLOBO, 2021. O sucesso dos podcasts. Gente. Disponível em https://gente.globo.com/o-sucesso-dos-podcasts/. Acesso em: 10 ago. 2023.

GOES, Tony, 2023. Léo Lins é abominável, mas será que deve ser censurado?. Folha de S. Paulo. Disponível em: https://f5.folha.uol.com.br/colunistas/tonygoes/2023/05/leo-lins-e-abominavel-mas-sera-que-deve-ser-censurado.shtml. Acesso em: 10 ago. 2023.

GROSSI, Flavio, 2023. Não se tolera o intolerante. Folha de S. Paulo. Disponível em: https://www.estadao.com.br/politica/blog-do-fausto-macedo/nao-se-tolera-o-intolerante/. Acesso em: 10 ago. 2023.

IOTTI, Paulo, 2023. Nova lei da injúria racista ajudará no combate ao racismo estrutural negrofóbico e homotransfóbico. O Estado de S. Paulo. Disponível em: https://www.estadao.com.br/politica/blog-do-fausto-macedo/nova-lei-da-injuria-racista-ajudara-no-combate-ao-racismo-estrutural-negrofobico-e-homotransfobico/. Acesso em: 10 ago. 2023.

JOHNSON, Richard, 2007. “O que é, afinal, Estudos Culturais?”. In: SILVA, Tomaz T. (Org.). O que é, afinal, Estudos Culturais?. Belo Horizonte: Autêntica. p. 9-132.

LACLAU, Ernesto, MOUFFE, Chantal, 2015. Hegemonia e estratégia socialista: por uma política democrática radical. São Paulo: Intermeios.

MAGALHÃES, Allan Carlos Moreira, 2023. A liberdade de expressão e as sensibilidades históricas. O Estado de S. Paulo. Disponível em: https://www.estadao.com.br/politica/blog-do-fausto-macedo/a-liberdade-de-expressao-e-as-sensibilidades-historicas/. Acesso em: 10 ago. 2023.

MARIA, Lygia, 2023. O riso sempre brota de uma falha. Folha de S. Paulo. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/lygia-maria/2023/05/o-riso-sempre-brota-de-uma-falha.shtml. Acesso em: 10 ago. 2023.

MOREIRA, Adilson, 2019. Racismo recreativo. São Paulo Sueli Carneiro; Pólen, 2019.

NASCIMENTO, Erika Benigna, SOUZA, Maria Celeste Reis Fernandes de, PAULA, Fernanda Cristina de, 2023. RECREATIONAL RACISM ON THE BODY-TERRITORY OF BLACK ADOLESCENT GIRLS IN SCHOOL. Scielo Preprints.

NEVES, Péterson, 2022. Leo Lins é demitido do SBT após fazer piada de criança com hidrocefalia. Uol. Disponível em: https://www.uol.com.br/splash/noticias/2022/07/04/leo-lins-e-demitido-do-sbt.htm. Acesso em: 10 ago. 2022.

NORRIS, Pippa, INGLEHART, Ronald, 2019. Cultural Backlash: Trump, Brexit and authoritarian populism. Cambridge: Cambridge University Press. DOI: https://doi.org/10.1017/9781108595841

O ESTADO DE S. PAULO, 2023. Fábio Porchat rebate críticas após sair em defesa de Léo Lins: ‘enquanto não for crime, pode’. O Estado de S. Paulo. Disponível em: https://www.estadao.com.br/emais/gente/fabio-porchat-sai-em-defesa-de-leo-lins-nao-consuma-essa-piada-nprec/. Acesso em: 07 jul. 2023.

OLIVEIRA, Rebeca, REAL, Nayani, 2023. Léo Lins e Porchat geram debate sobre limites do humor e retrospectiva de memes. Folha de S. Paulo. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/blogs/hashtag/2023/05/leo-lins-e-porchat-geram-debate-sobre-limites-do-humor-e-retrospectiva-de-memes.shtml. Acesso em: 10 ago. 2023.

PAGANOTTI, Ivan, 2019. Fake news e a falha da Folha de S. Paulo: visibilidade da crítica em casos de paródia e sátira jornalística. Estudos em Jornalismo e Mídia, v. 16, n. 1, p. 194-203. DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2019v16n1p194

PEREIRA, Ricardo Araújo, 2023. Os tribunais devem se esforçar para punir criminosos, não Léo Lins. Folha de S. Paulo. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/ricardo-araujo-pereira/2023/05/os-tribunais-devem-se-esforcar-para-punir-criminosos-nao-leo-lins.shtml. Acesso em: 10 ago. 2023.

POSSENTI, Sírio, 2018. Cinco ensaios sobre humor e análise do discurso. São Paulo: Parábola.

RAMOS, Thaíse, 2023. Fabio Porchat assume que foi ‘irresponsável’ ao defender Leo Lins em polêmica: ‘Errei’. O Estado de S. Paulo. Disponível em: https://www.estadao.com.br/emais/gente/fabio-porchat-assume-que-foi-irresponsavel-ao-defender-leo-lins-em-polemica-nprec/. Acesso em: 07 jul. 2023.

SALES, Angélica, 2023. Léo Lins está proibido de deixar SP por mais de 10 dias, decide Justiça. Metrópoles. Disponível em: https://www.metropoles.com/sao-paulo/leo-lins-esta-proibido-de-deixar-sp-por-mais-de-10-dias-decide-justica. Acesso em: 07 jul. 2023.

SANTOS, Karoline de Macedo, 2022. A podosfera em movimento: perspectivas da economia criativa no Brasil por meio de podcasts. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Gestão do Conhecimento. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

SCABIN, Nara Lya Cabral, 2018. Politicamente correto, uma categoria em disputa. Curitiba: Appris.

SCABIN, Nara Lya Cabral, 2022. O humor audiovisual brasileiro sob o olhar da crítica: mobilizações discursivas da liberdade de expressão na circulação de A primeira tentação de Cristo. Ação Midiática, Curitiba, n. 23, p. 36-57. DOI: https://doi.org/10.5380/am.v23i1.82278

SCABIN, Nara Lya Cabral, 2022a. A liberdade de expressão como objeto privilegiado de disputas discursivas: posições enunciativas no campo humorístico. In: 45º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, João Pessoa, 2022. Anais... São Paulo: Intercom.

SOARES, Luiz Eduardo, 1998. “Politicamente correto: o processo civilizador segue seu curso”. In: PINTO, Paulo R., MAGNO, Cristina, SANTOS, Ernesto P., GUIMARÃES, Lívia (Orgs.). Filosofia analítica, pragmatismo e ciência. Belo Horizonte: Editora UFMG. p. 217-238.

SOLANO, Esther, 2018. Crise da democracia e extremismos de direita. Análise, v. 42, p. 1-29.

VENTURA, Luiz Alexandre Souza, 2023. Riso torto do palhaço bruto. O Estado de S. Paulo. Disponível em: https://www.estadao.com.br/brasil/vencer-limites/riso-torto-do-palhaco-bruto/. Acesso em: 10 ago. 2023.

WILSON, John K, 1995. The Myth of Political Correctness: The Conservative Attack on Higher Education. Duke University Press. DOI: https://doi.org/10.1515/9780822378570

ZAMIN, Angela, 2014. Jornalismo de referência: o conceito por trás da expressão. Revista Famecos, v. 2, n. 3, p. 918-942. DOI: https://doi.org/10.15448/1980-3729.2014.3.16716

Downloads

Publicado

30/11/2023

Edição

Seção

Guerras Culturais: Informação, Política e Disputas Simbólicas

Como Citar

Hegemonia e distinção em manifestações de humoristas brasileiros sobre liberdade de expressão. Liinc em Revista, [S. l.], v. 19, n. 2, p. e6654, 2023. DOI: 10.18617/liinc.v19i2.6654. Disponível em: https://revista.ibict.br/liinc/article/view/6654.. Acesso em: 19 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 606

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.