BIOECONOMIA BIOTECNOLÓGICA NA AMAZÔNIA OCIDENTAL

uma análise dos projetos do Programa Prioritário de Bioeconomia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21728/p2p.2024v10n2e-6886

Palavras-chave:

bioeconomia, recursos naturais, desenvolvimento sustentável, Amazônia Ocidental

Resumo

Este estudo teve como objetivo compreender a bioeconomia na Amazônia Ocidental, com ênfase na vertente biotecnológica como um caminho alternativo para o desenvolvimento sustentável. A pesquisa adotou um método qualitativo de estudo de caso, centrando-se nas iniciativas implementadas pelo Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio) no estado do Amazonas. Para a coleta de dados secundários, recorreu-se ao site oficial do PPBio, e a análise foi conduzida seguindo a matriz proposta por Costa et al. (2022). A análise enfatizou aspectos como os objetivos das iniciativas, suas estratégias territoriais, a importância tecnológica, a aderência aos princípios de sustentabilidade e a categorização nas tipologias definidas por Bugge, Hansen e Klitkou (2016). Os resultados do estudo destacaram o potencial da bioeconomia como uma alternativa sustentável para o desenvolvimento na região, possibilitando impulsionar o desenvolvimento econômico e a conservação da biodiversidade. Evidenciou-se também a necessidade de monitorar e adaptar continuamente as estratégias para assegurar um futuro mais sustentável, tanto na Amazônia Legal quanto em um contexto global.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Carlos Adriano Siqueira Picanço, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amazonas

    Doutorando em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia no Núcleo de Meio Ambiente (NUMA) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Técnico em Assuntos Educacionais do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM).

  • Mário Vasconcellos Sobrinho, Universidade Federal do Pará/Universidade da Amazônia

    PHD em Estudos do Desenvolvimento pela University of Wales Swansea. Professor do Programa de Pós-Graduação  em  Gestão  dos  Recursos  Naturais  e  Desenvolvimento  Local  na  Amazônia (PPGEDAM) do Núcleo de Meio Ambiente (NUMA) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Professor titular da Universidade da Amazônia (UNAMA), onde leciona no Programa de Pós-graduação em Administração (PPAD).

Referências

ABRAMOVAY et al. The new bioeconomy in the Amazon: Opportunities and Challenges for Healthy, Standing Forests and Flowing Rivers. In: Amazon Assessment Report, 2021. Sustainable Development Solutions Network. Disponível em: https://www.theamazonwewant.org/wp-content/uploads/2022/05/Chapter-30-Bound-May-16.pdf. Acesso em: 15 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.55161/UGHK1968

BACKHOUSE, M. et al (Ed.). Bioeconomy and Global Inequalities: Socio-Ecological Perspectives on Biomass Sourcing and Production. Cham, Alemanha: Palgrave Macmillan, 2021. 338 p. Disponível em: https://link.springer.com/book/10.1007/978-3-030-68944-5. Acesso em: 22 abr. 2023.

BRASIL. Decreto-Lei nº 288, de 28 de fevereiro de 1967. Altera as disposições da Lei número 3.173 de 6 de junho de 1957 e regula a Zona Franca de Manaus. Brasília, DF: Diário Oficial da União, Seção 1, p. 2464, 1967. Disponível em: D.O.U de 28/02/1967, pág. nº 2464. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del0288.htm. Acesso em: 30 jan. 2023.

BRASIL. MINISTÉRIO DA ECONOMIA. SECRETARIA ESPECIAL DE COMÉRCIO EXTERIOR E ASSUNTOS INTERNACIONAIS. COMITÊ DAS ATIVIDADES DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA. Resolução nº 9, de 29 de outubro de 2019. Estabelece os Programas Prioritários para Investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento. Brasília, DF: Diário Oficial da União, ano Edição 215, Seção 1, p. 159, 2019. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-n-9-de-29-de-outubro-de-2019-226220981. Acesso em: 30 jan. 2023.

BUGGE, M. M.; HANSEN, T.; KLITKOU, A. What Is the Bioeconomy? A Review of the Literature. Sustainability, [s. l.], v. 8, n. 691, ed. 7, 2016. Disponível em: https://www.mdpi.com/2071-1050/8/7/691. Acesso em: 12 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.3390/su8070691

COSTA, F. et al. Uma bioeconomia inovadora para a Amazônia: conceitos, limites e tendências para uma definição apropriada ao bioma floresta tropical. Texto para discussão. São Paulo, Brasil: WRI Brasil. Disponível em: https://wribrasil.org.br/pt/publicacoes. Acesso em: 12 mar. 2023.

EUROPEAN COMMISSION. Innovation for Sustainable Growth: A Bioe-conomy for Europe: Communication from the Commission to the European Parliament, the Council, The European Economic and Social Committee and the Committee of the Regions. Brussels, 2012. Disponível em: http://ec.europa.eu/research/bioeconomy/pdf/official-strategy_en.pdf. Acesso em: 5 jun. 2023.

HOMMA, A. K. O. O diálogo com a floresta: qual é o limite da bioeconomia na Amazônia?. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 4, 2022. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/27555. Acesso em: 2 set. 2023. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i4.27555

KIMURA JUNIOR, Almir. Determinantes de inovação nas empresas da Zona Franca de Manaus. 2020. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2020. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-12012021-134741/. Acesso em: 1 jun. 2023.

LEWANDOWSKI, Iris (Ed.). Bioeconomy: Shaping the Transition to a Sustainable, Biobased Economy. Cham, Suiça: Springer Open, 2018. 358 p. Disponível em: https://link.springer.com/book/10.1007/978-3-319-68152-8. Acesso em: 22 abr. 2023.

McCORMICK, K.; KAUTTO, N. The Bioeconomy in Europe: an overview. Sustainability, [s. l.] v. 5, n. 6, p. 2589-2608, 2013. Disponível em: https://www.mdpi.com/2071-1050/5/6/2589. Acesso em: 12 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.3390/su5062589

NASCIMENTO, L. R. C.; LIMA, J. P. R. Incentivos Fiscais (Sudam e Suframa) e a Dinâmica Industrial e Agropecuaria Na Região Norte. Análise Econômica, [S. l.], v. 23, n. 43, 2009. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/AnaliseEconomica/article/view/10804. Acesso em: norma-pl.html. Acesso em: 13 mai. 2023. DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.10804

OCDE – ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO. The Bioeconomy to 2030: Designing a Policy Agenda. Paris, 2009. Disponível em http://biotech2030.ru/wp-content/uploads/docs/int/The%20Bioeconomy%20to%202030_OECD.pdf. Acesso em: 5 jun. 2023.

PFAU, F.; HAGENS, Janneke E.; DANKBAAR, Ben; SMITS, Antoine J. M. Visions of Sustainability in Bioeconomy Research by Swinda. Sustainability, [s. l.], v. 6, ed. 3, p. 1222-1249, 2014. Disponível em: https://www.mdpi.com/2071-1050/6/3/1222. Acesso em: 12 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.3390/su6031222

SACHS, Ignacy. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. 3ª edição. Rio de Janeiro: Ed. Garamond, 2008.

SANTOS, D.; SALOMÃO, R.; VERÍSSIMO, A. Fatos da Amazônia 2021. Amazônia 2030, 2021. Disponível em: https://amazonia2030.org.br/wp-content/uploads/2021/04/AMZ2030-Fatos-da-Amazonia-2021-3.pdf. Acesso em: 15 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.59346/report.amazonia2030.202103.ed3

SILVA, M. F. de O. e; PEREIRA, F. dos S.; MARTINS, J. V. B. A bioeconomia brasileira em números. BNDES Setorial, Rio de Janeiro, n. 47, p. 277-332, 2018. Disponível em: http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/15383. Acesso em: 15 abr. 2023.

SILVA, M. L. A. e; OLIVEIRA, M. L. de. A bioeconomia como alternativa complementar ao modelo de desenvolvimento do Amazonas. Informe GEPEC, [S. l.], v. 25, p. 46–65, 2021. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/26297. Acesso em: 15 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.48075/igepec.v25i0.26297

UMA CONCERTAÇÃO PELA AMAZÔNIA. Uma agenda pelo desenvolvimento da Amazônia. 2021. Disponível em: https://arapyau.org.br/wp-content/uploads/2021/10/uma-agenda-pelo-desenvolvimento-da-amazonia.pdf. Acesso em: 15 abr. 2023.

VERÍSSIMO, B.; ASSUNÇÃO, J.; BARRETO, P.; LIMA, M.; SANTOS, D. As cinco amazônias: bases para o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal. Amazônia 2030, 2022. Disponível em: https://amazonia2030.org.br/wp-content/uploads/2023/05/As5Amazonias.pdf. Acesso em: 15 abr. 2023.

Yin, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookmam, 2001.

Downloads

Publicado

17/01/2024

Edição

Seção

Sustentabilidade

Como Citar

SIQUEIRA PICANÇO, Carlos Adriano; VASCONCELLOS SOBRINHO, Mário. BIOECONOMIA BIOTECNOLÓGICA NA AMAZÔNIA OCIDENTAL: uma análise dos projetos do Programa Prioritário de Bioeconomia. P2P E INOVAÇÃO, Rio de Janeiro, RJ, v. 10, n. 2, p. e-6886, 2024. DOI: 10.21728/p2p.2024v10n2e-6886. Disponível em: https://revista.ibict.br/p2p/article/view/6886.. Acesso em: 23 jul. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 136

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)