Gestão do conhecimento: diretrizes e práticas recomendadas às organizações

Luciana Calvo Trevisan, Ieda Pelogia Martins Damian

Resumo


O cenário de competitividade e exigência do mercado tem imposto às organizações o desenvolvimento de um ambiente organizacional apto a mudanças rápidas e contínuas. Diante desse cenário, as organizações viram a necessidade de tornar suas estruturas e sistemas mais adaptáveis e eficientes para atender às rápidas mudanças. Na sociedade atual, conhecida como sociedade do conhecimento, este tem sido considerado recurso valioso e estratégico para as organizações. A partir desse contexto, o objetivo da pesquisa é verificar de que forma a gestão do conhecimento pode contribuir para obtenção dos objetivos estratégicos organizacionais. Para tanto realizou-se uma pesquisa bibliográfica, de natureza qualitativa. Como resultado, foi elaborado um quadro de diretrizes e práticas recomendadas às organizações que visam implantar a gestão do conhecimento para desenvolverem, assim, uma vantagem competitiva sustentável. Com a pesquisa, espera-se agregar conhecimentos à comunidade científica-social interessada no tema em questão, além de contribuir com as organizações por meio do compartilhamento de práticas recomendáveis para efetiva gestão do conhecimento organizacional.

Palavras-chave


Gestão do conhecimento;Organizações; Práticas; Diretrizes

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Luciana Calvo Trevisan, Ieda Pelogia Martins Damian

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.