Os diferentes conceitos de dados de pesquisa na abordagem da biblioteconomia de dados

Alexandre Ribas Semeler, Adilson Luiz Pinto

Resumo


A palavra dados significa uma peça única de informação. Os dados de pesquisa são o resultado de qualquer investigação sistemática que envolva processos de observação, experimentação ou simulação de procedimentos de pesquisa científica. Os estudos sobre dados de pesquisa em biblioteconomia têm origem na metade dos anos 2000. São o resultado do empenho de bibliotecários norte-americanos, britânicos e canadenses em criar serviços e produtos de divulgação, de consultoria, de gerenciamento, preservação e elaboração de esquemas de metadados para efetiva incorporação de dados de pesquisa em coleções de documentos (livros, artigos, relatórios, entre outros). O objetivo deste ensaio é delimitar o conceito de dados de pesquisa e relacioná-lo às diversas disciplinas científicas, ressaltando sua atual relevância para consolidação de uma biblioteconomia orientada ao uso de dados. Está fundamentado na visão do que significam dados de pesquisa para as ciências sociais e para as ciências exatas. Por fim, conclui-se que a ciência com uso intensivo de dados institui nova dimensão para os bibliotecários, a biblioteconomia de dados. Logo, o bibliotecário de dados precisa aprender mais a ciência orientada a dados. A tarefa essencial dos bibliotecários de dados será a de transformar suas atividades quotidianas em bibliotecas, inserindo os dados de pesquisa no contexto da geração de serviços e produtos de informação científica.

Palavras-chave


Dados de pesquisa; Dados de pesquisa disciplinares; Biblioteconomia de dados; Bibliotecário de dados

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN COUNCIL OF LEARNED SOCIETIES. Our cultural commonwealth: The report of the American Council of Learned Societies Commission on Cyberinfrastructure for the Humanities and Social Sciences, 2006. Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

BURLINGAME, N; NIELSEN, L. A Simple Introduction to Data Science. Wickford: New Street Communications, 2012.

CAPLAN, P. Metadata fundamentals for all librarians. La Vergne: Lightning Source, 2003.

CESSDA. Disponível em: . Acesso em: maio 2017.

COSTA, Maria; CUNHA, Murilo Bastos da. O bibliotecário no tratamento de dados oriundos da e-Science: considerações iniciais. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 19,

n. 3, p. 189-206, 2014.

COSTA, Micheli; BRAGA, Tiago. Repositórios de dados de pesquisa no mundo. Cadernos BAD, n. 2, p. 80-95, 2016. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2016.

CUNHA, Murilo Bastos da. A biblioteca universitária na encruzilhada. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 11, n. 6, dez. 2010.

DAVENPORT, T. H. Big Data at Work‬: Dispelling the Myths, Uncovering the Opportunities. Boston: Harvard Business Review Press, 2014. ‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬‬

DEKKER, H.; LACKIE, P. Technical Data Skills for Reproducible Research. In: KELLAM, L.; THOMPSON, K. Introduction to Databrarianship: The Academic Data Librarian in Theory and Practice. Chicago: Association of College and Research Library, 2016.

DUDZIAK, E. Dados de Pesquisa agora devem ser armazenados e citados. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10ago. 2016.

FEDERER, L. Research data management in the age of big data: Roles and opportunities for librarians. Information Services & Use, v. 36, n. 1-2, p. 35-43, 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2017.

FEDERER, Lisa. Defining data librarianship: a survey of competencies, skills, and training. Journal of the Medical Library Association, v. 106, n. 3, p. 294-303, 2018.

GERACI, D.; HUMPHREY, C.; JACOBS, J. Data Basics: An Introductory Text.

Michigan: ICPSR, 2008.

GOLD, A. Cyberinfrastructure, data, and libraries, part 1: A cyberinfrastructure primer for librarians. D-Lib Magazine, v. 13, n. 9-10, 2007a. Disponível em: . Acesso em: 15 maio 2016.

GOLD, A. Cyberinfrastructure, data, and libraries, part 2: Libraries and the data challenge: Roles and actions for libraries. D-Lib Magazine, v. 13, n. 9-10, 2007b. Disponível em: . Acesso em: 15 maio 2016.

GRIGG, K. Data in the Sciences. In: KELLAM, L.; THOMPSON, K. Introduction to Databrarianship: The Academic Data Librarian in Theory and Practice. Chicago: Association of College and Research Library, 2016.

HENDERSON, M. Data Management: a practical guide for librarians. Lanham: Rowman & Littlefield, 2017.

INTERNATIONAL ASSOCIATION FOR SOCIAL SCIENCE INFORMATION SERVICES AND TECHNOLOGY (IASSIST). Defining data librarian - call for comments, 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

KELLAM, L.; THOMPSON, K. Introduction to Databrarianship: The Academic Data Librarian in Theory and Practice. Chicago: Association of College and Research Library, 2016.

KENNAN, M. Data management: Knowledge and skills required in research, scientific and technical organizations. In: IFLA WLIC, 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

KINDLING, M.; PAMPEL, H. Informationsinfrastrukturangebote für digitale Forschungsdaten. E(hren)Journal, p. 15-33, 2 Feb. 2017. DOI: 10.18452/2341.

KOLTAY, Tibor. Data literacy for researchers and data librarians. Journal of Librarianship and Information Science, v. 49, n. 1, 2017. Disponível em: . Acesso em: 4 ago. 2017.

MANTRA. Do-It-Yourself Research Data Management Training Kit for Librarians, 2012-13. Disponível em: . Acesso em: ago. 2017.

MCCAFFREY, M.; GIESBRECHT, W. Teaching Data Librarianship to LIS Students. In: KELLAM, L.; THOMPSON, K. Introduction to Databrarianship: The Academic Data Librarian in Theory and Practice. Chicago: Association of College and Research Library, 2016.

KENNAN, M. Data management: Knowledge and skills required in research, scientific and technical organizations. In: IFLA WLIC, 2016. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

MOORE, G.; MOREAU, L. From metadata to links. In: WORKSHOP ON OPEN HYPERMEDIA SYSTEMS, OHS 6. Berlin: Springer-Verlag, 2001. Disponível em: . Acesso em: 15 maio 2012.

NATIONAL INSTITUTES OF HEALTH. NIH Data Sharing Policy and Implementation Guidance, 2003. Disponível em: . Acesso em: ago. 2017.

NATIONAL RESEARCH COUNCIL. A question of balance: Private rights and the public interest in scientific and technical databases. Washington, DC: The National Academies Press, 1999. Disponível em: . Acesso em: maio 2016.

NATIONAL RESEARCH COUNCIL (NRC). A question of balance: Private rights and the public interest in scientific and technical databases, 1999. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

NATIONAL SCIENCE BOARD (NSB). Cyberinfrastructure vision for 21st century discovery, 2005. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

NATIONAL SCIENCE BOARD (NSB). Digital Research Data Sharing and Management, 2011. Disponível em: < https://www.nsf.gov/nsb/publications/2011/nsb1124.pdf>. Acesso em: ago. 2017.

OED Online. datum, n., 2015.Oxford University Press. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

ORGANIZATION for Economic Co-operation and Development (OECD). Declaration on Access to Research Data from Public Funding Organization for Economic Co-operation and Development (OECD), 2004. Disponível em: . Acesso em: 5 out. 2016.

PAMPEL, H. et al. Making research data repositories visible: the re3data.org

Registry. PLoS One, San Francisco, v. 8, n. 11, 2013. Disponível em:

. Acesso em: 15 maio

PIORUN, M. E. E-Science as a Catalyst for Transformational Change in University Research Libraries. 2013. 369f. Tese (Doutorado em Filosofia) – Faculty of the Simmons College Graduate School of Library and Information Science. University of Massachusetts Medical School, 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2016.

PRYOR, G. Managing Research Data. London: Facet Publishing 2012.

RE3DATA 2018. Disponível em: . Acesso em: nov. 2018.

RICE, R.; SOUTHALL, S. The data librarian’s handbook. London: Facet Publishing, 2016.

RODRIGUES, E. et al. Os repositórios de dados científicos: estado da arte. 2010.

Disponível em:

&id=271〈=pt>. Acesso em: 5 jun. 2016.

SAUNDERS, T. Data Science and Data Scientists: What’s in a Name? Information Management, nov. 11 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 ago. 2016.

SAYÃO, L. F.; SALES. L. F. Guia de gestão de dados de pesquisa para bibliotecários de pesquisadores. Rio de Janeiro: CNEN, 2015. Disponível em:

QUISA.pdf>. Acesso em: 5 out. 2016.

SCHOLTZ, N. Supporting Geospatial Data. In: KELLAM, L.; THOMPSON, K. Introduction to Databrarianship: The Academic Data Librarian in Theory and Practice. Chicago: Association of College and Research Library, 2016.

SEMELER, A. R.; PINTO, A. L. ; ROZADOS, H.B. Data science in data librarianship: Core competencies of a data librarian. Journal of Librarianship and Information Science , v. 50, p. 096100061774246-10, 2017.

SEMIDÃO, R. A. M. Dados, Informação e Conhecimento enquanto elementos de compreensão do universo conceitual da Ciência da Informação: contribuições teóricas. Marília, 2014. 198 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista – UNESP, Marília, 2014. Disponível em: . Acesso em: ago. 2017.

SOEHNER. C.; STEEVES, C.; WARD, J. E-science and data support services: A study of ARL member institutions. Washington, DC: Association of Research Libraries, 2010.

TENOPIR, C. et al. Research Data Services in European Academic Research Libraries. LIBER Quarterly, v. 27, n.1, p. 23–44, 2017. Disponível em: . Acesso em: jun. 2017.

TENOPIR, C. SANDUSKY, RJ. ALLARD, S.; BIRCH, B. Research data management services in academic research libraries and perceptions of librarians. Library & Information Science Research, v. 36, p. 84–90, 2014. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.

TIBBO, H.; JONES, S. Research data management and sharing, 2017. Disponível em: . Acesso em: jun. 2017.

VAN DER AALST, W. M. P. Data Scientist: The Engineer of the Future. In: MERTINS, K. et al. (Eds.). Enterprise Interoperability VI, 13 Proceedings of the I –ESA Conferences 7, 2014.

INTERAGENCY WORKING GROUP ON DIGITAL DATA. Harnessing the Power of Digital Data for Science and Society, 2009. Disponível em: . Acesso em: 4 ago. 2015.

WORLD DATA CENTRE FOR GLACIOLOGY. Disponível em: . Acesso em: set. 2017.

XIA, J.; WANG, M. Competencies and Responsibilities of Social Science Data Librarians: An Analysis of Job Descriptions. College & Research Libraries, v. 75, n. 3. p. 362-388, 2014. Disponível em: . Acesso em: 4 ago. 2015.

YORK UNIVERSITY. Geospatial Data: What is Geospatial 2017. Disponível em: . Acesso em: ago. 2017.

ZHU, Y.; XIONG, Y. Towards Data Science. Data Science Journal, v. 14, p. 8, 2015. Disponível em: . Acesso em: jun. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Alexandre Ribas Semelr, Adilson Luiz Pinto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict)
SAUS - Setor de Autarquias Sul, Quadra 5, Lote 6, Bloco H
Seção de Editoração - sala 500
CEP 70070-912
Brasília-DF, Brasil

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo publicado nesta revista está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.