Ressurgência das margens: o projeto Beiras D’Água e os povos e comunidades tradicionais da bacia do rio São Francisco | The resurgence of margins: the Beiras d'Água (Shores) project and the traditional peoples and communities of the San Francisco River basin

Bernardo Vaz, André Monteiro, Anderson Camargo Rodrigues Brito

Resumo


RESUMO O relato de experiência se propõe a identificar e a descrever o projeto Beiras d’Água, idealizado ao final de 2015 em meio aos processos de pesquisa de campo do Laboratório de Saúde, Ambiente e Trabalho (Lasat) da Fiocruz Pernambuco. O Beiras d’Água busca significar, compreender e visibilizar o complexo contexto atual da bacia do rio São Francisco, que está presente em momentos cruciais da formação do país e continua suscitando discursos que encontram prolongamentos bastante vivos. O contexto analisado está ainda relacionado à complexidade da transposição do rio São Francisco e suas novas configurações sociais e ambientais. O foco da organização do conhecimento tecida no projeto tem como materialidade a coleta de dados audiovisuais, sua classificação e disponibilização do portal “Beiras d’água – memória audiovisual do rio São Francisco”. Do ponto de vista sociocrítico, as práticas de organização dos saberes desenvolvidas no Beiras d’Água permitem a discussão sobre a questão da água no país, os povos e comunidades tradicionais, a injustiça ambiental e os conflitos territoriais, dando visibilidade às identidades locais e permitindo outras potencialidades de dados para políticas públicas.

Palavras-chave: Projeto Beiras d’Água; Povos e Comunidades Tradicionais; Bacia do Rio São Francisco; Organização dos Saberes; Documento Audiovisual.

ABSTRACT The present account describes the Beiras d'Água (Shores) Project, created at the end of 2015 in the context of field research activities carried out by the Health, Environment and Work Laboratory of the Pernambuco regional Fiocruz branch. The Shores Project aims to apprehend, understand and give visibility to the complex situation prevailing in the San Francisco River basin, which is at the heart of crucial discussions for the country's formation and continues to inspire lively debate. Part of the context under analysis is the complex situation regarding the interbasin transfer of the San Francisco River and its new social and environmental configurations. The project has organized relevant knowledge and materialized it through audiovisual data, which is classified and published at the portal http://beirasdagua.org.br/. From a socio-critical perspective, the knowledge organization practices developed in the Shores Project facilitate the discussion of water issues in the country, in addition to traditional peoples and communities, environmental injustice and territorial conflicts. In this way, it provides visibility to local identities and potential for such data to be used in the formation of public policies.

Keywords: Shores Project; Traditional Peoples and Communities; San Francisco River Basin; Knowledge Organization; Audiovisual Document.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18617/liinc.v14i2.4519

Apontamentos

  • Não há apontamentos.