Sustentabilidade empresarial como fator de decisão de compra

Autores

  • Carina Betanin Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Sul- RS-Brasil
  • Tania Craco Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Sul- RS-Brasil
  • Maria Emilia Camargo Universidade Federal de Santa Maria https://orcid.org/0000-0002-3800-2832
  • Uiliam Hahn Biegelmeyer Universidade de Caxias do Sul https://orcid.org/0000-0002-8656-9809

DOI:

https://doi.org/10.21721/p2p.2022v9n1.p164-183

Palavras-chave:

Sustentabilidade empresarial, consumo sustentável , decisão de compra

Resumo

A sustentabilidade vem sendo adotada pelas organizações com o desígnio de atenderem os objetivos do desenvolvimento sustentável, sendo que estes são primordiais para permanência das organizações no mercado. Com base em vários estudos pode-se observar que os consumidores valorizam estas ações, portanto, o presente estudo teve o objetivo de analisar se a decisão de compra é afetada pela sustentabilidade empresarial. O alcance de tal objetivo se deu por meio de uma pesquisa quantitativa, descritiva, do tipo survey, que foi realizada na cidade de Farroupilha RS. A população estudada se restringiu ao grupo de estudantes do curso de Tecnologia em Processos Gerenciais do Instituto Federal de Educação e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) Campus de Farroupilha. A pesquisa apontou que os consumidores valorizam as organizações no que diz respeito à sustentabilidade, e que a grande maioria dos pesquisados realmente possuem preocupação com o futuro das pessoas e do planeta, mas essas preocupações não são expressas em suas atitudes no momento de suas compras.

Biografia do autor

Carina Betanin, Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Sul- RS-Brasil

Tecnólogo em Processos Gerenciais

Tania Craco, Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Sul- RS-Brasil

Doutora em Administração

Maria Emilia Camargo, Universidade Federal de Santa Maria

Doutora em Engenharia de Produção

Uiliam Hahn Biegelmeyer, Universidade de Caxias do Sul

Doutor em Administração

Referências

ALBAUM, G. The likert scale revisited: and alternative version. Journal of the Market research Society, v.39, n.2, p.331-348, 1997.

ANDERSON, J. W. T.; CUNNINGHAM, W.H. The socially conscious consumer. Journal of Marketing. v. 36, p. 23 – 31, 1972.

ARANCIBIA, F. E. R. Consumo Sustentável: Padrões de Consumo da Nova Classe Média Brasileira. 2012. 144 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável) – Universidade de Brasília, Brasília, 2012.

BARBIERI, J. C.; CAJAZEIRA, J. E. R. Responsabilidade social empresarial e empresa

Sustentável: da teoria à prática. 1. ed. São Paulo: Editora Saraiva, 2009.

BARBIERI, J. C.; VASCONCELOS, I. F. G. de. ANDREASSI, T.; VASCONCELOS, F. C. de. Inovação e Sustentabilidade: Novos Modelos e Proposições. Revista de administração de empresas RAE/FGV, v.50, n.2, p.146-154, abr./jun. 2010.

BATTISTELLA, L. F.; VELTER, A. N.; GROOHMANN, M. Z.; COSTA, V. M. F. Avaliação da Importância Percebida e da Recompensa Atribuída pelos Consumidores a Empresas com Responsabilidade Socioambiental. Revista Alcance - Eletrônica, v. 19, n. 01, p. 35-51, 2012.

BERLATO, L. F.; SAUSSEN, F.; GOMEZ, L. S. R. A sustentabilidade empresarial como vantagem competitiva em Branding. Da Pesquisa, v. 11, n. 15, p. 024-041, 2016.

BRESOLIN, E. Consumidores conscientes: um estudo sobre como a consciência sustentável se manifesta e influencia o comportamento de consumo. 94 f. 2016. Dissertação (Mestrado em Gestão de Negócios) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Porto Alegre, 2016.

BROWN, T. J.; DACIN, P. A. The company and the product: Corporate associations and consumer product responses. Journal of Marketing. v.61 n.1, 68-84, Jan., 1997.

CAMARGO, R. Z. Responsabilidade social das empresas: formações discursivas em conforto. 229f. 2009. Tese (Doutorado – departamento de Propagada, Relações Públicas e Turismo). Escola de Comunicações e Artes- USP, 2009.

CELIS, D. M. L., OTERO. M. E. P. Relación entre la actitud ambiental y la compra de productos socialmente responsables en los consumidores de Medellín, Colombia. Tendencias, v. 22, n. 1, p. 1-17, 1 jan. 2021.

CHURCHILL, JR. G. A. Paradigm for developing better measures of marketing constructs. Journal of Marketing Research, v. 16, p. 64-73, 1979.

CLARK, C. F., KOTCHEN, M. J., MOORE, M. R. Internal and external influences on pro-environmental behavior: Participation in a green electricity program. Journal of Environmental Psychology, v. 23, n.3, p. 237-246, 2003.

CRONIN, J. SMITH, J. S.; GLEIM, M. R.; RAMIREZ, E.; MARTINEZ, J. D.; Greem Marketing strategies: na examination of stakeholders and the opportunities they presente. Journal of the Academy of Marketing Science. v.39, 158-174, 2011.

DALMORO, M. VENTURINI, J. C., PEREIRA, B. A. D. Marketing Verde: responsabilidade social e ambiental integradas na envolvente de marketing. Revista Brasileira de Gestão de Negócios. v.11 n.30, p. 38-52, jan - mar. 2008.

DEMAJOROVIC, J. Sociedade de Risco e Responsabilidade Socioambiental. 1. ed. São Paulo: Editora SENAC, 2003.

DE TONI, D.; LARENTIS, F.; MATTIA, A., Consumo consciente, valor e lealdade em produtos ecologicamente corretos. Revista de Administração FACES Journal, Universidade FUMEC Minas Gerais, Br. v. 11, n. 3, p. 136-156 julio-septiembre, 2012.

DRUMWRIGHT, M. Socially responsible organizational buying: Environmental concern as a noneconomic buying criterion, Journal of Marketing, v. 58, n. 3, p. 1-19, 1994.

ELKINGTON, J. R. N., Environmental Reports: A Tool to Measure Industry's Progress Towards Sustainable Development Paris: UNEP, 1994.

ELKINGTON, J. Canibais com garfo e faca. São Paulo: Makron Books, 2001.

FURRIELA, R. B. Educação para o Consumo Sustentável. Ciclo de Palestras sobre Meio Ambiente - Programa Conheça a Educação do Cibec/Inep. 47-55, 2001.

FREIRE, P. A Pedagogia da autonomia: conhecimentos necessários na prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, ed. 25, p.166, 2009.

FREITAS, H.; LUCIANO, E. M.; LESCA, H.; GHEDINE, T. Competitividade na era da informação e da internet: estudo exploratório com executivos. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPAD, v. 26, 2002.

GARCIA, M. N.; SILVA, D.; PEREIRA, R. S.; ROSSI, G.B.; MINCIOTTI, S. A Inovação no comportamento do consumidor: recompensa às empresas sócioambientalmente responsáveis. RAI - Revista de Administração e Inovação, v.5, n.2, p. 73-91, 2008.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo, SP: Atlas, 2010.

GONZAGA, C. A. M. Marketing verde de produtos florestais: teoria e prática. Revista Floresta. v.35, n. 2, p. 353-368, maio/agosto. 2005.

HAIR, J. F. JR.; BABIN, B.; MONEY, A. H.; SAMOUEL. P. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração; tradução Lene Belon Ribeiro. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HAIR, J. F.; BLACK, W. C.; BABIN, B.J.; ANDERSON, R. E.; TATHAM, R. L. Análise multivariada de dados. Porto Alegre: Bookman, 2009.

HANSEN, U.; SCHRADER, U. A modern model of consumption for a sustainable society. Journal of Consumer Policy, V. 20, n.1, p. 443-468, 1997.

HART, S. L.; MILSTEIN, M. B. Criando valor sustentável. Revista GV-Executivo, v.3, n.2, p. 65-79, 2004.

HOLLIDAY, C.; SCHMIDHEINY, S.; WATTS, P. Cumprindo o prometido: casos de sucesso de desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

HORNE, R. E. Limits to labels: The role of eco‐labels in the assessment of product sustainability and routes to sustainable consumption. International Jornal of Consumer Studies. v. 33, n. 2, p. 175-182, 2009.

IDEC. Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor. Consumo Sustentável: o que fazer por nós e pelo planeta. São Paulo: IDEC, jun. 2012.

INSTITUTO AKATU. Diálogos Akatu - Consumidor, o poder da consciência. São Paulo: Instituto Akatu, 2002.

INSTITUTO AKATU. Responsabilidade social das empresas e percepção do consumidor brasileiro. 2008. Disponível em: Acesso em: 21 de JUN. 2021.

INSTITUTO AKATU. Pesquisa Akatu,. Como e porque os consumidores brasieiros praticam o consumo consciente? São Paulo Instituto Akatu 2010.

KLEIN, J.; DAWAR, N. Corporate social responsibility and consumers’ attributions and brand evaluations in a product-harm crisis. International Journal of Research in Marketing, v. 21, n. 3, p. 203-217, 2004.

KOLLER, M. FLOH, A .; ZAUNER,A. Further insights into perceived value and consumer loyalty: a green perspective. Psychology e marketing. v.28, n.12, p.1154-1176, dec. 2011.

LEITE, P. R. Logística reversa: meio ambiente e competitividade. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

LINTON, J.D.; KLASSEN, R.; JAYARAMAN, V. Sustainable Supply Chains: An Introduction. Journal of Operations Management, v.25, p. 1075-1082, 2007.

MARSHALL, R. S.; CORDANO, M.; SILVERMAN, M. Exploring individual and institutional drivers of proactive environmentalism in the US wine industry. Business Strategy and the Environment, v.14, n.2, p. 92-109, 2005.

MOHR, L. A.; WEBB, D. J.; HARRIS, K. Do consumers expect companies to be socially responsible? The impact of corporate social responsibility on buying behavior. Journal of Consumer Affairs. V.35 n. 1, p. 121- 47, 2001.

MUNASINGHE, M.; Sustainable development tringle. Munasinghe Institute for Sustainable Development. 2007.

OLIVEIRA, L. R.; MEDEIROS, R. M.; TERRA, P. B.; QUELHAS, O. L.G. Sustentabilidade: da evolução dos conceitos à implementação como estratégia nas organizações. Produção, v. 22, n. 1, p. 70-82, jan-fev. 2012.

OLIVEIRA, N. G. I. Desenvolvimento sustentável e noções de sustentabilidade. In: Indicadores econômicos ambientais na perspectiva da sustentabilidade. FEE, Porto Alegre, v.63 n.1, 122 p. 2005.

ONES, D. S., WIERNIK, B. M., DILCHERT, S., KLEIN, R. Pro-environmental behavior. In G. Hardiess et al. (Eds.). International encyclopedia of the social & behavioral sciences. Elsevier. 2 ed. p. 82-88, 2015.

OSIRO, L.; COSTA, R. A. M., B. V.; RODRIGUES, F. L. J. Evaluating supplier sustainability using fuzzy 2-tuple representation. Gestão & Produção, v.28 n.1, p. 18, 2021.

OYEWOLE, P. Social costs of environmental justice associated with the practice of green marketing. Journal of Business Ethics, v. 29, n.3, p. 239-251, 2001.

PEPPER, M.; JACKSON, T.; UZZELL, D. An examination of the values that motivate socially conscious and frugal consumer behaviours. International Journal of Consumer Studies, v. 33, p. 126-136, 2009.

PEREIRA, R. S. Desenvolvimento sustentável como responsabilidade social das empresas: um enfoque socioambiental. São Paulo: Lorosae, 2002.

PORTER, E. P.; LINDE, C. V.D. Towards a new conception of the environment-competitiveness relationship. Journal of Economic Perspectives, v. 9, n. 4, p. 97-118, 1995.

PORTER, M. E.; KRAMER, M. R. Creating Shared Value. Harvard Business Review, (February), p. 63-77, 2011.

RAMIRES, S. P. JR, GALLARDO, A. L. C. F., GABRIEL, M. L . D. S. Responsabilidade social e o comportamento dos clientes. In: ENCONTRO ANUAL DA ANPAD, 38. 2014, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPAD, p. 1-15, 2014.

RAMIRES JR., S. P.; GALLARDO, A. L. C. F.; GABRIEL, M. L. D. S.; SHIBAO, F. Y. Responsabilidade Socioambiental e o Comportamento dos Clientes na Decisão de Compra. Revista de Administração da Unimep, v. 16, n. 2, p. 132-156, 2018.

RIBAS, J. R.; SMITH, S. B. O marketing verde recompensa? Cadernos Gestão Social, v.2, n.1, p. 87-104, 2009.

RIBEIRO, J.A; VEIGA, R. T. Proposição de uma escala de consumo sustentável. Revista de Administração, São Paulo, v. 46. n.1, p. 45-60, jan./mar,2011.

SACHS, I. Ecodesenvolvimento: crescer sem destruir. São Paulo: Vértice, 1986.

SANTOS, E. H.; SILVA, M. A. Sustentabilidade empresarial: um novo modelo de negócio. Revista Ciência Contemporânea, v.2, n.1, p. 75 – 94, jun./dez. 2017.

SILVA, J. O.; ROCHA. I.; WIENHAGE, P.; RAUSCH, R. B. Gestão ambiental: uma análise da evidenciação das empresas que compõem o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Revista de Gestão Social Ambiental- RGSA, Salvador, v.3, n.3, p.56-71, 2009.

SOLER, J. A. P.; MARRERO, F., BAJO, A. M.; NICADO, M. Modelos para avaliar a sustentabilidade das organizações. Management Studies, v. 34 n.146, p. 63-73, 2018.

SOUZA, M. G. Metaconsumidor o mercado pela percepção do consumidor global sobre sustentabilidade e consumo consiente. São Paulo: 1.ed. São Paulo: GS&MM Gouvêa de Souza, 2010.

STEURER, R.; LANGER, M.E.; KONRAD, A.; MARTINUZZI, A. Corporations, stakeholders and sustainable development I: a theoretical exploration of business-society relations. Journal of Business Ethics, Netherlands, v.61. n.3, p.263-281, 2005.

TRUST, G.; CHEN, Y. Towards green loyalty: driving from green preceived value, green satisfaction, and green trust. Sustainable development. v.1, p. 1-15, 2010.

UNESCO. Década da educação das Nações Unidas para um desenvolvimento sustentável, 2005-2014: Documento final do esquema internacional de Implementação. Brasília: Unesco, 2005.

VANZELLOTTI, T.M. A influência da sustentabilide no comportamento do consumidorda Geração Y. 2014. 73 f Monografia (Trabalho de Conclusão de Graduação) – Escola de Administração Federal do Rio Grande Do Sul, Porto Alegre, 2014.

VELTER, A. N., BATISTELLA, L.F.; GROHMANN, M,Z.; CASTRO, A. E.; COSTA, V. F.; HERMANN, R.E. Atitudes dos consumidores a partir da teoria das pistas e da consciência ambiental: contribuições ao estudo do green marketing. Revista de Administração da UFSM, v.2, n.3, p. 399-416, 2009.

WADDOCK, S., SMITH, S. Corporate social responsibility audits: Doing well by doing good, Sloan Management Review, v. 41 n. 2, p. 75-83, 2000.

WILKE, A. Gestão Ambiental – A Responsabilidade Socioambiental Empresarial Como Nova Forma de Atuação e Desenvolvimento de Negócios em Instituições Financeiras. 76 f. Trabalho Conclusão de Curso, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, 2015.

YOUNG, W.; HWANG,K.; MCDONALD, S.; OATES, C.J. Sustainable consumption: Green Consumer Behaviour When Purchasing products. Sustainable Development, v. 18, n. 1, p. 20-31, 2010.

Downloads

Publicado

29/09/2022

Como citar

BETANIN, C.; CRACO, T.; EMILIA CAMARGO, M.; BIEGELMEYER, U. H. Sustentabilidade empresarial como fator de decisão de compra. P2P E INOVAÇÃO, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 164–183, 2022. DOI: 10.21721/p2p.2022v9n1.p164-183. Disponível em: https://revista.ibict.br/p2p/article/view/5986. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)